Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Evandro José Coelho do Amaral

Evandro José Coelho do Amaral, Licenciado em Administração Pública pelo INSTITUTO SUPERIOR DE CIÊNCIAS SOCIAIS E RELAÇÕES INTERNACIONAIS (CIS). Tel: +244 928 887 135 / +244 993 029 806 (Whatsapp)

Evandro José Coelho do Amaral, Licenciado em Administração Pública pelo INSTITUTO SUPERIOR DE CIÊNCIAS SOCIAIS E RELAÇÕES INTERNACIONAIS (CIS). Tel: +244 928 887 135 / +244 993 029 806 (Whatsapp)

Evandro José Coelho do Amaral

26
Dez18

EMPREENDEDORISMO EM ANGOLA


Evandro José Coelho do Amaral

EMPREENDEDORISMO EM ANGOLA

ENTREPRENEURSHIP IN ANGOLA

NewPaper nº 77/2018

 

Amaral, Evandro José Coelho do [1]

Clica aqui para ver na versão PDF 

Resumo

Com a crise económica e financeira devido a queda do petróleo no mercado Internacional. O Estado angolano viu a necessidade de apostar fortemente na diversificação da economia, isto é, estimular o investimento directo estrangeiro e angolano em Angola.

 

Palavras-chaves: Empreendedor, Angola e Empreendedorismo.

Abstract

With the economic and financial crisis due to the fall of the oil in the International market. The Angolan state saw the need to invest heavily in the diversification of the economy, that is, to stimulate foreign and Angolan direct investment in Angola.

Keywords: Entrepreneur, Angola and Entrepreneurship.

Introdução

Empreendedorismo significa empreender, resolver um problema ou situação complicada. É um termo muito usado no âmbito empresarial e muitas vezes está relacionado com a criação de empresas ou produtos novos[2].

Angola possui ainda alguns problemas sociais identificados em Angola: Burocracia, Corrupção, Pobreza e fome, Influências / Gasosa / Saldo, Cabritismo, Bajulação/Limpa bota, Inexistência ou Défice de Serviços básicos, Imprevistos, Racismo, Questões Espirituais, Ética Profissional, Impontualidade…

Devemos ter espírito de fé e de optimismo numa terra rodeado de pessimismo (Evandro Amaral, 2018).  

Outro ponto fundamental é da banca angolana, não é forte porque segundo o Joseph Schumpeter, dizia que o empreendedor apenas bastava ter a ideia, onde referia-se principalmente na inovação tecnologia. A banca e outras instituições públicas e privado investir nessa ideia. Caso de Angola, vemos tanta ideia boa, mas devido a corrupção e orgulho, infelizmente não são realizadas essas ideias.

Perguntas e respostas sobre Empreendedorismo em Angola:

  1. Será que para ser empresário ou empreendedor deve ser ensinado?

R: Não é ensinado. Ser empreendedor nasce com a gente, na escola, faculdade ou em formações vai dar-nos mais valências. Se fosse ensinado muitos angolanos seriam empresários ou empreendedores, vejamos os muitos licenciados em gestão (muitos são desempregados), um outro exemplo é das zungueiras ou dos ambulantes são comerciantes com baixo nível académico e são os empreendedores fortes (aplicam teorias que o licenciado não aplicam);

  1. Será que o Estado angolano quer empreendedores ou empresários? Porquê a operação resgate?

R: Numa visão de um micro empreendedor a resposta é não. Porque hoje, se ele pretende criar um pequeno negócio terá que ter companhia e correr da mão da polícia e da burocracia existente. Acreditasse mais para médias empresas.

  1. O que se deve fazer para fomentar o empreendedorismo?

R: Acreditamos que não é colocar uma disciplina de empreendedorismo ou fomentar palestras e formações. Deve-se criar politicas públicas para fomentar o empreendedorismo e as condições técnicas, administrativas, social, financeira, cultural e económicas. Devemos ver qual é o nosso potencial absoluto e explora-lo.

Conclusão

Concluímos que o empreendedorismo é um sector muito importante para um país, porque ajuda no desenvolvimento sustentável de qualquer país fomentando empregos e o pagamento dos atributos ao Estado.

 

[1] Graduado no curso de Administração Pública, pelo Instituto Superior de Ciências Sociais e Relações Internacionais (CIS), evandro.amaral2015@hotmail.com;

[2]https://www.significados.com.br/empreendedorismo/

26
Dez18

LUANDA ONDE EU VIVO


Evandro José Coelho do Amaral

LUANDA ONDE EU VIVO

LUANDA WHERE I LIVE

NewPaper nº 76/2018

 

Amaral, Evandro José Coelho do [1]

Clica aqui para ver na versão PDF 

Resumo

Este artigo é resultado de um diálogo com a Senhora Domingas Pedro sobre os problemas sociais em Angola – Luanda, que refletem muito na vida da população em geral. Essas patologias sociais alteram os comportamentos do dia a dia de qualquer pessoa.

 

Palavras-chaves: Problemas Socias, Jovem e Luanda.

Abstract

This article is the result of a dialogue with Mrs. Domingas Pedro on the social problems in Angola - Luanda, which reflect a lot in the life of the population in general. These social pathologies alter the daily behaviors of any person.

Keywords: Social Problems, Youth and Luanda.

Introdução

Quando falamos de África, a primeira coisa que vem em nossa mente é destruição, ruínas, doenças, epidemias, fome… 

É comum vermos na sociedade angolana, afirmação que alguns jovens estão frustrados, não tem oportunidades, não querem estudar, não procuram ou não têm emprego, são dependentes químicos, envergaram à criminalidade…

Alguns dos problemas sociais identificados em Angola: Burocracia, Corrupção, Pobreza e fome, Influências / Gasosa / Saldo, Cabritismo, Bajulação/Limpa bota, Inexistência ou Défice de Serviços básicos, Imprevistos, Racismo, Questões Espirituais, Ética Profissional, Impontualidade…

Devemos ter espírito de fé e de optimismo numa terra rodeado de pessimismo (Evandro Amaral, 2018).  

Esses problemas sociais apresentados implicam directa e indirecta na vida da população, a saber:

  • Stress no dia a dia;
  • Sem motivação da vida (quer em casa e no trabalho). Desmotivado com as politicas pública do país;
  • Esquecimento precoce;
  • Frustração: quando é impedido de alcançar um determinado objectivo. Por exemplo: pretendia ser Embaixador e tornar-se professor, 80% da chance de não desempenhar um bom trabalho;
  • Fica sem perspetiva de vida. O país inserido determina muito nos nossos objectivos, quando é instável;
  • Fica sem saber qual é o objectivo da vida?
  • Não é feliz no dia a dia, em casa, na família, entre amigos e no trabalho;
  • Faz muitos estudos comparativos, devido a aldeia global para imigrar em outro país;
  • Há falta de ocupação, por vezes, acaba ser levador de fardos dos outros. Carrega, tem e pensa a todo tempo de problemas;
  • Problemas pessoais na realidade angolana (têm muitos compromissos morais (sobretudo financeiro), por vezes são obrigados a ajudarem financeiramente: a sua mãe, sogras, filhos, netos e outros), essas ajudas financeiras dá-se em funerais e casamentos.

Conclusão

Concluímos que o certo é a gente ir para o campo filosófico no silêncio fazer as seguintes perguntas e depois respondê-las:

  • Qual é o objectivo da vida? R: é ser feliz, a riqueza e outros são os complementos;
  • O que estou a fazer na terra? R: para desfrutar tudo de bom que nos oferece;
  • O que é a felicidade? R: é amar um ao outro como a ti mesmo e estar com alguém que amas;
  • Como ser feliz? R: não perder tempo com coisas inúteis.

Espero que esse artigo possa ajudar a Senhora Domingas Pedro. Seja feliz e faça alguém feliz.

 

[1] Graduado no curso de Administração Pública, pelo Instituto Superior de Ciências Sociais e Relações Internacionais (CIS), evandro.amaral2015@hotmail.com;

03
Dez18

A PRESSA DE ABRAÃO


Evandro José Coelho do Amaral

A PRESSA DE ABRAÃO

THE PRESS OF ABRAHAM

NewPaper nº 75/2018

 

Amaral, Evandro José Coelho do [1]

Clica aqui para ver na versão PDF 

Resumo

Em nossas vidas sentimos ansiedade de concretização ou realização dos nossos sonhos. Mas, quando não acontece queremos pular a cerca e fazer a nossa vontade e não a vontade de Deus. O Senhor através da sua palavra (Bíblia) e dos homens inspirado por Deus, tem dado ensinamentos do caminho a seguir.

 

Palavras-chaves: Pressa, Abraão e Deus.

Abstract

In our lives we are anxious to fulfill or fulfill our dreams. But when it does not happen we want to jump the fence and do our will and not the will of God. The Lord through his word (Bible) and of men inspired by God, has given teachings of the way forward.

Keywords: Haste, Abraham and God.

Introdução

Neste artigo, vamos trazer a história bíblica de Abraão para reflexão em nossas vidas, onde Abraão um grande homem de Deus:

“1 Ora, o Senhor disse a Abrão: Sai-te da tua terra, da tua parentela, e da casa de teu pai, para a terra que eu te mostrarei.”

“2 Eu farei de ti uma grande nação; abençoar-te-ei, e engrandecerei o teu nome; e tu, sê uma bênção.”

“3 Abençoarei aos que te abençoarem, e amaldiçoarei àquele que te amaldiçoar; e em ti serão benditas todas as famílias da terra.”

“4 Partiu, pois Abrão, como o Senhor lhe ordenara, e Ló foi com ele. Tinha Abrão setenta e cinco anos quando saiu de Harã.”

“5 Abrão levou consigo a Sarai, sua mulher, e a Ló, filho de seu irmão, e todos os bens que haviam adquirido, e as almas que lhes acresceram em Harã; e saíram a fim de irem à terra de Canaã; e à terra de Canaã chegaram.” (Gênesis 12:1-5).

Por vezes, erramos por não ouvir as orientações recebida. Percebemos no versículo 1, a orientação de Deus com Abraão. Notamos que não foi seguido essa orientação, levou consigo o seu sobrinho Ló, que mais tarde deu problema: “9 Porventura não está toda a terra diante de ti? Rogo-te que te apartes de mim. Se tu escolheres a esquerda, irei para a direita; e se a direita escolheres, irei eu para a esquerda.” (Gênesis 13:9).

Deus anima a Abraão e lhe promete um filho

“1 Depois destas coisas veio a palavra do Senhor a Abrão numa visão, dizendo: Não temas, Abrão; eu sou o teu escudo, o teu galardão será grandíssimo.”

“2 Então disse Abrão: ó Senhor Deus, que me darás, visto que morro sem filhos, e o herdeiro de minha casa é o damasceno Eliézer?”

“3 Disse mais Abrão: A mim não me tens dado filhos; eis que um nascido na minha casa será o meu herdeiro.”

“4 Ao que lhe veio a palavra do Senhor, dizendo: Este não será o teu herdeiro; mas aquele que sair das tuas entranhas, esse será o teu herdeiro.”

“5 Então o levou para fora, e disse: Olha agora para o céu, e conta as estrelas, se as podes contar; e acrescentou-lhe: Assim será a tua descendência.”

“6 E creu Abrão no Senhor, e o Senhor imputou-lhe isto como justiça.” (Gênesis 15:1-6).

Desobediência à Deus e a pressa gera outros conflitos: “Porque o grande erro é tentar ajudar a Deus” :

“1 Ora, Sarai, mulher de Abrão, não lhe dava filhos. Tinha ela uma serva egípcia, que se chamava Agar.”

“2 Disse Sarai a Abrão: Eis que o Senhor me tem impedido de ter filhos; toma, pois, a minha serva; porventura terei filhos por meio dela. E ouviu Abrão a voz de Sarai.”

“3 Assim Sarai, mulher de Abrão, tomou a Agar a egípcia, sua serva, e a deu por mulher a Abrão seu marido, depois de Abrão ter habitado dez anos na terra de Canaã.”

“4 E ele conheceu a Agar, e ela concebeu; e vendo ela que concebera, foi sua senhora desprezada aos seus olhos.”

“5 Então disse Sarai a Abrão: Sobre ti seja a afronta que me é dirigida a mim; pus a minha serva em teu regaço; vendo ela agora que concebeu, sou desprezada aos seus olhos; o Senhor julgue entre mim e ti.”

“6 Ao que disse Abrão a Sarai: Eis que tua serva está nas tuas mãos; faze-lhe como bem te parecer. E Sarai maltratou-a, e ela fugiu de sua face.” (Gênesis 16:1-6).

A serva Agar de Sarai, mulher de Abraão deu à luz um filho de Abraão, chamou-lhe Ismael. Era Abraão de oitenta e seis anos. Este filho foi um problema … passou 13 anos para Deus aparecer novamente a Abraão:

“1 Quando Abrão tinha noventa e nove anos, apareceu-lhe o Senhor e lhe disse: Eu sou o Deus Todo-Poderoso; anda em minha presença, e sê perfeito;”

“2 e firmarei o meu pacto contigo, e sobremaneira te multiplicarei.”

“3 Ao que Abrão se prostrou com o rosto em terra, e Deus falou-lhe, dizendo:”

“4 Quanto a mim, eis que o meu pacto é contigo, e serás pai de muitas nações;”

“5 não mais serás chamado Abrão, mas Abraão será o teu nome; pois por pai de muitas nações te hei posto;”

“6 far-te-ei frutificar sobremaneira, e de ti farei nações, e reis sairão de ti;”

“7 estabelecerei o meu pacto contigo e com a tua descendência depois de ti em suas gerações, como pacto perpétuo, para te ser por Deus a ti e à tua descendência depois de ti.”

“8 Dar-te-ei a ti e à tua descendência depois de ti a terra de tuas peregrinações, toda a terra de Canaã, em perpétua possessão; e serei o seu Deus.” (Gênesis 17:1-8).

 

Não acreditaram nas palavras de Deus, até riram do SENHOR:

“15 Disse Deus a Abraão: Quanto a Sarai, tua, mulher, não lhe chamarás mais Sarai, porem Sara será o seu nome.”

“16 Abençoá-la-ei, e também dela te darei um filho; sim, abençoá-la-ei, e ela será mãe de nações; reis de povos sairão dela.”

“17 Ao que se prostrou Abraão com o rosto em terra, e riu-se, e disse no seu coração: A um homem de cem anos há de nascer um filho? Dará à luz Sara, que tem noventa anos?” (Gênesis 17:15-17).

“9 Perguntaram-lhe eles: Onde está Sara, tua mulher? Ele respondeu: Está ali na tenda.”

“10 E um deles lhe disse: certamente tornarei a ti no ano vindouro; e eis que Sara tua mulher terá um filho. E Sara estava escutando à porta da tenda, que estava atrás dele.”

“11 Ora, Abraão e Sara eram já velhos, e avançados em idade; e a Sara havia cessado o incômodo das mulheres.”

“12 Sara então riu-se consigo, dizendo: Terei ainda deleite depois de haver envelhecido, sendo também o meu senhor já velho?”

“13 Perguntou o Senhor a Abraão: Por que se riu Sara, dizendo: É verdade que eu, que sou velha, darei à luz um filho?”

“14 Há, porventura, alguma coisa difícil ao Senhor? Ao tempo determinado, no ano vindouro, tornarei a ti, e Sara terá um filho.”

“15 Então Sara negou, dizendo: Não me ri; porquanto ela teve medo. Ao que ele respondeu: Não é assim; porque te riste.” (Gênesis 18:9-15).

Devemos prestar atenção nas orientações:

“9 Quando chegaram a eira de Quidom, Uzá estendeu a mão para segurar a arca, porque os bois tropeçavam.”

“10 Então se acendeu a ira do Senhor contra Uzá, e o Senhor o feriu por ter estendido a mão à arca; e ele morreu ali perante Deus.” (I Crônicas 13:9-10).

Conclusão

Para terminar é de realçar que nunca devemos desacreditar da palavra de Deus e ser apressado. Por isso dize: “a pressa é inimiga da perfeição”.

 

[1] Graduado no curso de Administração Pública, pelo Instituto Superior de Ciências Sociais e Relações Internacionais (CIS), evandro.amaral2015@hotmail.com;

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

EVANDRO JOSÉ COELHO DO AMARAL

Links

  •  
  • Poemas

    Revistas

    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D